[Timezone Detection]
X
Cadastro rápido

Nome de usuário: Endereço de e-mail:
Verificação humana

Em que ano estamos?


Curtidas Curtidas:  0
  1. #1
    Roberto is offline Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,532

    Dia da Escola Dominical

    1.jpg
    "A Escola Bíblica Dominical surgiu no Brasil em 1855, em Petrópolis (RJ). O jovem casal de missionários escoceses, Robert e Sarah Kalley, chegou ao Brasil naquele ano e logo instalou uma escola para ensinar a Bíblia para as crianças e jovens daquela região. A primeira aula foi realizada no domingo, 19 de agosto de 1855. Somente cinco participaram, mas Sarah, contente com “pequenos começos”, contou a história de Jonas, mais com gestos,do que palavras, porque estava só começando a aprender o português. Ela viu tantas crianças pelas ruas que seu coração almejava ganhá-las para Jesus. A semente do Evangelho foi plantada em solo fértil.

    Com o passar do tempo, aumentou tanto o número de pessoas estudando a Bíblia, que o missionário Kalley iniciou aulas para jovens e adultos. Vendo o crescimento, os Kalleys resolveram mudar para o Rio de Janeiro, para dar uma continuidade melhor ao trabalho e aumentar o alcance do mesmo.
    Este humilde começo de aulas bíblicas dominicais deu início à Igreja Evangélica Congregacional no Brasil.
    ..... continue lendo aqui ==> http://licoesbiblicas.com.br/index.p...re-ed/historia

    .............................. ..........................
    Data: 3º domingo de setembro
    Se você tiver alguma programação para este dia, poste aqui.
    Serão bem vindos poesias, peças, jograis, etc.
    A idéia é formar um acervo.
    Esforce-se para que sua EBD desenvolva alguma atividade nessa data.

    Indico um ótimo site com boas programações!
    http://www.saf.org.br/sugestao_programas/ebd.php3



    › Veja Mais: Dia da Escola Dominical

  2. #2
    Marcos24 is offline Marcos24's Avatar
    Membro Novato
    Join Date
    Aug 2005
    Posts
    3

    Dia EBD!

    MOBILIZE A SUA IGREJA PARA O DIA DA ESCOLA DOMINICAL

    No 3º domingo de Setembro comemoramos o dia da escola dominical, quando as igrejas realizam eventos para conscientizar seus membros sobre a importância de se estudar a Palavra de Deus.
    Com a crescente proliferação de seitas e heresias, fica cada vez mais importante a participação da igreja na Escola Dominical, a fim de que esteja preparada para identificar e refutar os falsos cristos e profetas que estão surgindo,querendo desviar o povo de Deus, conforme já profetizava Mateus, no capitulo 24. e versículo 24.
    Muitas pessoas indicam varias desculpas para não freqüentarem a Escola Dominical. Apesar de todas a objeções , muitos crentes sedentos do evangelho tem conseguido contorná-las e dirigir-se para a igreja todos os domingos pela manha juntamente com suas famílias.
    Veja como organizar um grande evento de Escola Dominical!
    ... continua no anexo!

  3. #3
    Roberto is offline Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,532

    Entrevista com Dona ESCOLA DOMINICAL

    Entrevista com Dona ESCOLA DOMINICAL

    (texto publicado na revista Voz Missionária adaptado por Rosete de Andrade)

    ( Entra um grupo de crianças):

    Criança: Dona Escola Dominical, sabemos que hoje é seu aniversário. Queremos lhe dar os parabéns e também conversar... podemos fazer uma entrevista?

    Escola Dominical: Pois não, meus alunos e alunas! Que bom vocês terem lembrado! Sentem-se e digam o que vocês gostariam de saber?

    ( As crianças se sentam e cada uma pega papel e lápis, como se fossem anotar a entrevista).

    Criança: Gostaríamos que a senhora nos contasse um pouco sobre sua origem.

    Escola Dominical (deve ser acompanhada com música bem suave):
    - Ah... isso foi há muito tempo lá na Inglaterra. Era o ano de 1769. Eu nasci do sonho de uma jovem metodista chamada Hanna Ball. Nasci do amor, e do compromisso dos metodistas com a criançada empobrecida do século XVIII. Hanna, apoiada pelo Pastor John Wesley e muitas outras educadoras metodistas, que foram colaborando com o movimento, desenvolveram formas inéditas para alcançar essas crianças.
    Era um tempo difícil, as famílias eram numerosas e trabalhavam muitas horas por dia. As crianças também trabalhavam de segunda a sábado. No domingo, único dia em que estavam livres do pesado trabalho, perambulavam soltas pelas ruas.
    Hanna resolveu então juntar essas crianças no domingo para ensinar sobre o amor de Deus. Além da Bíblia, ela as ensinava a ler e escrever, ensinava também matemática e dava-lhes noções de higiene.

    Criança: Tudo isso na Escola Dominical?

    Escola Dominical: É, naquele tempo somente as crianças filhas das famílias mais ricas iam para a Escola, por isso a preocupação de ministrar todos esses conteúdos. As crianças passavam praticamente todo o dia de domingo aqui, na Escola Dominical.

    Criança: Gente, que legal. Eu não sabia que a Senhora tinha nascido na nossa Igreja Metodista... Como foi que se espalhou o movimento?

    Escola Dominical:
    Bem, o tempo foi passando, o grupo foi crescendo e aos poucos os resultados começaram a aparecer. Aqueles encontros começavam a fazer diferença na vida daquelas crianças! As pessoas viam os bons resultados e passavam a acreditar e apoiar o projeto. Foram surgindo outros grupos, outras Escolas Dominicais!!
    Em 1780, um outro jovem chamado Roberto Raikes, jornalista em Gloucester, também na Inglaterra, deu um grande impulso ao movimento das Escolas Dominicais. Ele herdou de seu pai um jornal e a situação dos meninos jornaleiros começou a preocupá-lo: tão pequenos e já trabalhando; vendendo seu jornal muitas vezes na chuva e no frio. Sem instrução, crescendo nas ruas em meio a vícios e crimes...
    Robert sentiu um profundo desejo de ajudá-los. Ele queria contribuir para que aquelas crianças tivessem alguma oportunidade de se tornarem pessoas úteis e felizes.
    Assim, começou a reuni-los na Escola Dominical. Quatro anos depois, Robert Rakes recebeu o título de "Benfeitor dos Pobres", e já haviam Escolas Dominicais espalhadas por toda a Inglaterra.

    Criança: Puxa, deu resultado mesmo, heim? E no Brasil, quando começou? Como foi que aconteceu?

    Escola Dominical: Ah, no Brasil, a nossa primeira Escola Dominical também se deve à Igreja Metodista. A primeira Escola Dominical em nossa terra foi fundada pelo Rev. Justin Spauding, um missionário metodista, em junho de 1836. Infelizmente ele teve de retornar aos EUA e as reuniões da Escola Dominical foram suspensas. Quase 20 anos depois, em 1855, foi que o missionário congregacional Robert Kalley, fundou sua escola Dominical em Petrópolis.
    Os metodistas também foram os pioneiros na publicação de revistas para a Escola Dominical. O missionário metodista John James Ransom, que retoma o trabalho metodista no Brasil em 1875, além de fundar o jornal Expositor Cristão, publica também logo depois de sua chegada as revistas “A NOSSA GENTE PEQUENA”, para crianças, e “A ESCOLA DOMINICAL”, para adultos.  

    Criança: É, faz muito tempo! Qual o segredo para continuar atraindo sempre tantas pessoas?

    Escola Dominical: Esta é uma boa pergunta, meu filho. Realmente já estou com mais de duzentos anos... Mas o segredo é que eu me "renovo como a águia". As pessoas que vem aprender comigo são de todas as idades, por isso meu programa tem que ser continuamente atualizado e adequado a todas as idades. Não envelheço porque caminho sempre junto com os meus alunos e alunas.

    2ª Criança: E as coisas costumam acontecer exatamente como o planejado?

    Escola Dominical: Ah, infelizmente não! Existem muitas coisas que atrapalham o meu bom funcionamento. Naturalmente, agora não dá para lhes dizer tudo...

    Criança: Sim, mas a senhora podia nos falar um pouco sobre as dificuldades que vem enfrentando?

    Escola Dominical: Está bem. Vocês sabem que vivemos na Escola Dominical como em uma família, não é? Quando, às vezes, nos esquecemos disso, então eu não posso ir muito bem. Há outras dificuldades... Quando, por exemplo, os professores não se preparam bem para desenvolver sua missão; ou quando os alunos não estudam a lição em casa e conseqüentemente não contribuem muito no estudo em classe; quando os horários não são respeitados... Eu não me sinto nada bem quando as pessoas não me levam a sério! E há ainda aqueles que fazem de conta que eu não existo: não estão nem aí para mim.  

    Criança: A senhora deve ficar muito triste quando estas coisas acontecem, não?

    Escola Dominical: Olha, fico muito, muito triste! (Agora com a voz mais animada:) Mas há também as muitas coisas boas que compensam: pessoas realmente preocupadas em estudar a Bíblia e conhecer qual a vontade de Deus para as suas vidas; os grupos se preparando para melhor servir a Deus; o Ministério da Escola Dominical se reunindo para planejar e avaliar as minhas atividades... Esta é a receita para que eu caminhe bem.

    SEGUNDA PARTE - TESTEMUNHOS:

    01 representante de cada segmento (01 criança, 01 jovem, 01 pai ou mãe falando do atendimento que o/a filho/a recebe, 01 idoso) partilhando sobre o que represente a ED na sua vida, o que acrescenta, etc. Quem sabe contar uma história que marcou...  

    Criança: Dona Escola Dominical, antes de irmos embora gostaríamos que a senhora soubesse que estamos muito felizes pelo fato da senhora existir e pela alegria que temos em conhecê-la e aprender de Jesus e da vida com a senhora!

    Criança: Temos aprendido muitas coisas...

    Criança: Temos aprendido a ser mais amigos e companheiros;

    Criança: Temos aprendido a dar nossa contribuição para construirmos um mundo mais feliz como Deus quer;

    Criança: É... a senhora tem nos ajudado a crescer como Jesus: em estatura, sabedoria e graça.

    Criança: Damos graças a Deus porque podemos contar com a senhora, Dona Escola Dominical! E porque a cada domingo podemos estar aqui para aprender mais.

    Criança: Em nome de todas as crianças a quem a senhora ajuda queremos lhe agradecer.

    Criança: Em nome de toda família que a senhora orienta queremos lhe falar da nossa felicidade.

    Criança: Em nome de toda a Igreja de Jesus queremos lhe dar os parabéns por mais este aniversário. Como presente preparamos uma música em sua homenagem, esperamos que goste e que anime ainda mais nossos encontros dominicais.  

    Música: Domingo é um dia especial (CD Missão:Aventura Possível)

    Terceiro Momento (logo após os testemunhos):

    Escola Dominical: Muito obrigada, crianças! Quero cumprimentar a todos aqueles que de alguma forma contribuem para o meu bom funcionamento: professores, coordenadores, alunos. Sem a ajuda de todos vocês, eu não poderia existir.
    Sem o empenho e o compromisso de todos vocês eu não cumpriria a contento minha missão enquanto agência de formação da Igreja, enquanto espaço de reflexão bíblica e preparação para o ministério para o qual Deus tem chamado a cada um.
    E se você ainda não é meu aluno, experimente participar e descubra o quanto nossos encontros são especiais.

    Fonte:
    http://www.metodista.org.br

  4. #4
    Roberto is offline Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,532

    Dramatização:

    Dramatização:

    AS DUAS ESCOLAS
    Osmary Cardoso Pereira


    Preparação:
    - Use flanelógrafo
    - prepare em cartolina ou papel cartão o desenho da escola "escola triste" e da "escola alegre"
    - prepare também em cartolina flores pintadas com guache;
    - cole flanela ou lixa atrás para que as figuras possam aderir ao flanelógrafo.

    Dramatização:
    Dirigente:
    Porque hoje é o Dia da Escola Dominical, vamos contar-lhes a história da experiência de uma Escola Dominical.
    ( Enquanto as crianças fazem a leitura, o dirigente coloca no quadro a figura da Escola Triste)

    Leitura (por cinco crianças)
    1ª - Era uma vez uma Escola Dominical muito triste.
    1ª, 2ª, 3ª, - Muiiiiiiiito triste mesmo!
    1ª - Rosto comprido...
    2ª - Olhos baixos...
    3 ª- Sem sorriso...
    Todas: Por que seria?
    4ª - Havia muitas razões.
    5ª - Começava pelo horário. Ela nunca começava nem terminava na hora certa.
    1ª - Os professores não se preparavam para ensinar a lição.
    2ª - Os alunos chegavam atrasados.
    3ª - Não traziam ofertas. Perdiam as revistas.
    4ª - Das Bíblias? Ninguém se lembrava.
    Todas: POBRE ESCOLINHA TRISTE!!!
    3ª - E para cantar?
    1ª - desafinados...
    5ª - desanimados...
    2ª - E na hora da oração?
    4ª - Crianças conversando... Gente saindo e entrando...
    Todas: POBRE ESCOLINHA TRISTE!!!
    5ª - Quando aparecia um visitante...
    1ª - ninguém lhe cumprimentava,
    2ª - não lhe indicavam um lugar, nem lhe ofereciam uma revista.
    3ª - E o visitante nunca mais aparecia.
    Todas: POBRE ESCOLINHA TRISTE!!!
    (intervalo, com música pesada e triste)

    Dirigente:
    Mas o tempo passou, e um dia...
    (trocar no quadro a figura da "Escola Triste" pela "Escola Alegre")
    Dirigente:
    Um dia, que alegria!!! Tudo mudou. A Escola Triste, alegre ficou... Mas, o que foi? O que aconteceu? Foi um milagre?

    (outras 5 crianças vão chegando e colocam flores ao redor da Escola Alegre, dizendo o que significam:)
    1ª - A Escola agora começa e termina suas atividades na hora.
    2ª - Os professores não faltam e se preparam para ensinar.
    3ª - Os alunos são assíduos e pontuais.
    4ª - Todos prestam atenção na hora da lição.
    5ª - Cantam com alegria. Há silêncio na hora da oração.
    3ª - Trazem flores. Dão ofertas.
    1ª - Os visitantes são recebidos com alegria.

    Dirigente:
    E nunca mais aquela Escola ficou triste. É agora uma Escola viva, que cumpre a sua missão.

    Todos: ( Cantam com a música do hino "Avante, Avante ó crentes":)

    "Agora aquela Igreja, cumpre a sua missão,
    Ensina a todo mundo viver como cristão.
    Seguindo o exemplo do melhor Professor,
    Ensina a todo mundo a praticar o amor."

    Duas crianças falam:
    1ª - E a nossa Escola, como é que é?
    Desanimada? Ou forte, de pé?

    2ª - Vamos todos prometer, nesta data especial,
    Amar e tudo fazer pela nossa Escola Dominical.

    Fonte:
    http://www.metodista.org.br

  5. #5
    Roberto is offline Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,532

    re: Dia nacional da EBD

    JOGRAL: NA ESCOLA DOMINICAL

    Todos: Nós, as crianças da Escola Dominical, dizemos com muita alegria: Benvindos! Benvindos todos hoje aqui!

    1ª Criança - A vocês já mais crescidos;
    3ª Criança - A vocês queridos professores;
    4ª Criança - O nosso abraço de carinho e amizade.
    2ª Criança - Hoje é o "Dia da Escola Dominical".

    Todos: Dia de alegria! Dia de gratidão!

    1ª Criança - Obrigado, ó Deus, pela existência da Escola Dominical;
    2ª Criança - Obrigado, ó Deus, porque através da Escola Dominical temos aprendido do teu amor.
    3ª Criança - Como Deus é bondoso e está sempre cuidando de nós!
    4ª Criança - Como Deus é amigo e quer que cuidemos uns dos outros!

    Todos: Como uma grande e bonita família que se quer bem!

    2ª Criança - Na Escola Dominical temos conhecido Jesus e seus ensinamentos:
    3ª Criança - Como Jesus cuidou das crianças, das mulheres, dos doentes.
    4ª Criança - Como Jesus pediu que seus seguidores pudessem continuar fazendo este trabalho de cuidar uns dos outros.
    1ª Criança - Na Escola Dominical aprendemos como o Espírito Santo fortalece nossa fé em Deus e nosso trabalho para que o mundo seja melhor.
    2ª Criança - Na Escola Dominical nós aprendemos sobre o Evangelho do Reino de Deus.

    Todos - Escola Dominical precisamos muito, muito de ti!

    4ª Criança - Escola Dominical, somos gratos a Deus pelas lições, pelos exemplos...
    2ª Criança - pelos amigos, pelos professores...
    1ª criança - pelas horas alegres que aqui passamos...
    3ª Criança - vamos todos dizer bem alto: Bendita sejas, Escola Dominical!

    Todos: Bendita seja, Escola Dominical!

    Fonte: http://www.metodista.org.br

  6. #6
    Roberto is offline Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,532

    re: Dia nacional da EBD

    HISTÓRIAS:
    (Histórias que ressaltam a importância da Educação Cristã):


    A ROSEIRINHA TORTA
    (Autor Desconhecido )


    Era uma vez, um homem que possuía um jardim muito grande. Cresciam nele flores de todas as cores - vermelhas, amarelas, rosas, brancas... Algumas delas estavam perto da cerca. Outras cresciam em grandes caramanchões, outras em grandes fileiras.

    Perto deste jardim morava um menino chamado Antônio. O menino amava as flores e muitas vezes largava seus brinquedos e encostava seu rostinho na cerca para olhar o grande jardim.

    Antônio também tinha um canteiro, mas muito pequenino. Ele possuía uma pá para afofar a terra e uma lata para carregar água, mas tinha poucas flores para cuidar.
    O dono do jardim grande tem um jeito muito esquisito - pensou Antônio. Ele nunca rega as plantas, nem mesmo quando passa muito tempo sem chover; não arranca o capim, nem afofa a terra ao redor das plantinhas; não ajuda suas plantas a crescerem e, além disso, não colhe uma flor sequer. Quando caminha pelo jardim traz as mãos nos bolsos e diz sempre ao jardineiro que cuide delas.
    Um dia, quando ele visitava o jardim, parou em frente a uma pequenina roseira. Era uma roseirinha imperfeita. Além de ser pequenina, era torta e nela havia somente umas folhinhas verdes e insignificantes.
    - Arranque-a. Ela nunca dará flores. Atire-a no caminho, disse o dono do jardim grande ao jardineiro. E o empregado fez exatamente o que ele mandou.

    Naquele dia Antônio estava jogando futebol e a todo instante a bola se perdia no meio do capim e do mato pra lá da cerca. Procurando apanhá-la avistou, por cima da cerca, a roseirinha torta, arrancada com raiz e tudo, e jogada onde o jardineiro a lançara.

    Pobre roseirinha! Que maldade fizeram com você! Você nunca dará rosas aí onde está. Eu vou arranjar uma terra fofa para você, disse Antônio.

    Assim dizendo, correu depressa até sua casa e trouxe a pá e a lata d'água. Então bem no centro de seu pequeno canteiro, ele começou a cavar. Quando a terra estava bem revirada, tirou as pedras e fez um buraco onde plantou a roseirinha torta e colocou terra fofa ao redor de seu pé. E a roseirinha torta procurou ficar na posição mais reta que podia. O pequeno menino então pegou a lata d'água e molhou a roseirinha torta.

    Os dias foram se passando e Antônio nunca se esquecia da roseirinha torta. Cada dia, assim que acordava e se levantava da cama, ia até à janela para olhar a roseirinha torta. O calor do sol a aquecia e algumas vezes a chuva a refrescava. Quando não chovia o pequeno Antônio a regava.
    - Há muito mais folhinhas verdes nela, e ela está maior e mais reta, disse o menino muito satisfeito.

    Um dia Antônio encontrou um botãozinho verde e sua mãe lhe explicou que dali sairia uma rosa. "Cuide bem dela", acrescentou a mãe de Antônio; e o menino cada dia a olhava da janela assim que saía da cama.
    Certa manhã quando ele espiou, bateu muitas palmas e chamou sua mãe. Nem podia esperar para se vestir. Estava se abrindo uma rosa branca na roseirinha torta.

    Cada pessoa que passava, naquela manhã, por sua casa, parava para ver a roseirinha torta com a sua única rosa branca.
    - Onde foi que você a arranjou? Perguntaram as crianças surpreendidas.
    - Eu ajudei o Pai Celestial a cuidar dela e ela cresceu, disse Antônio.
    - Que beleza! Como você arranjou esta qualidade tão rara? - disseram os grandes.
    - Eu ajudei o Pai Celestial a cuidar dela e ela cresceu, disse Antônio.
    De tardinha ele ouviu uma voz do outro lado da cerca. Era o dono do jardim que estava falando:
    - Que rosa lindíssima você tem aí, meu filho. É mais bela que qualquer uma das minhas. Como você a conseguiu?
    - O senhor não se lembra daquela roseirinha torta que mandou arrancar e jogar fora? Pois é ela! Eu a apanhei no lixo e a plantei. Ajudei o Pai Celestial a cuidar dela e ela cresceu - respondeu o menino.

    E o dono do jardim se foi, repetindo para si as últimas palavras do menino: Eu ajudei o Pai Celestial a cuidar dela e ela cresceu...


    Fonte: http://www.metodista.org.br

  7. #7
    Roberto is offline Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,532

    re: Dia nacional da EBD

    O TOMATEIRO DO SR. BRETAS
    (Autor Desconhecido )


    Zequinha morava pertinho do Sr. Bretas. O Sr. Bretas era um velhinho que vivia numa casinha pequenininha com um jardinzinho na frente. Zequinha gostava muito de conversar com o velhinho porque ele tinha sempre uma boa história para contar.

    Um dia, quando Zequinha passou para fazer uma visita ao seu amigo, viu que ele estava agachado perto de um canteiro mexendo na terra. Abriu a porteirinha e correu para perto dele:
    "O que o Sr. está fazendo, Sr. Bretas?"
    "É você, meu amiguinho! Que bom vê-lo aqui outra vez. Eu hoje estou cuidando de uma plantinha que nasceu aqui, veja só".

    O Zequinha olhou e viu que era uma plantinha pequenininha, que vinha mostrando suas folhinhas verdes. Como Zequinha morava na cidade e não conhecia bem as plantas ele perguntou ao Sr. Bretas: "Que planta é esta Sr. Bretas?"
    "É um tomateiro, Zequinha. Veja aqui como é verdinho. Ele vai crescer, vai ficar deste tamanho, vai dar uns tomates vermelhos que serão uma beleza. Você vai ver".

    Depois de conversar um pouquinho com seu amigo, Zequinha foi embora. Todos os dias ele voltava à casa do Sr. Bretas e não se esquecia de ir olhar o pé de tomates para ver se havia crescido mais. E o tomateiro ia crescendo mesmo.

    Primeiro estava deste tamanhinho. Depois ficou assim. Depois assim. E assim. E assim. Quando já estava grandinho, Zequinha, um dia em que ele foi novamente na casa do Sr. Bretas, notou que o pezinho de tomate estava começando a ficar torto. Ele falou com o Sr. Bretas: "Veja, o tomateiro está ficando torto".
    "Oh! exclamou o Sr. Bretas, o tomateiro está precisando agora de nossa ajuda para que possa crescer direitinho. Vamos ajudar o tomateiro a crescer".

    Dizendo isto o velhinho foi lá no fundo do quintal, arranjou uma estaca, fincou perto do tomateiro e amarrou o pezinho com um barbante na estaca.

    À medida que o tomateiro crescia e começava a entortar outra vez, o Sr. Bretas o amarrava na estaca com mais um pedacinho de barbante. Qual não foi a alegria do Zequinha quando ele viu que no tomateiro haviam aparecido umas frutinhas verdinhas, pequenininhas. - Veja Sr. Bretas, o tomateiro já está dando tomates!" - "É verdade, meu menino. Dentro de algum tempo vamos comer uns tomates bem gostosos". E foi mesmo. Dali a algum tempo os tomates cresceram, foram ficando verdes mais claro, depois meio amarelos, então alaranjados e finalmente vermelhinhos. O Sr. Bretas, com muito cuidado, cortou os que estavam mais maduros, fez um embrulhinho e disse ao Zequinha: "Leve para sua mãe, Zequinha. Vamos dar-lhe um presente".  

    Quando Zequinha contou à sua professora na Escola Dominical toda esta história ela lhe falou: "Gostei muito da história, Zequinha. Espero que os tomates tenham ficado gostosos. Mas agora vamos fazer uma brincadeira. Vamos fazer de conta que uma das coisas desta história é Deus, outra é a Igreja e a outra é você. A qual destas coisas poderíamos chamar de Deus? A qual outra poderíamos chamar de Igreja? E a qual poderíamos chamar de "Zequinha?"  

    Zequinha pensou e pensou. Ele era um menino muito esperto. Logo entendeu o que a professora queria dizer. Ele disse:
    "Deus é o Sr. Bretas. Eu sou o tomateiro. A Igreja é a estaca".
    "Muito bem, disse a professora. Mas porque você disse que a Igreja é a estaca, Zequinha?
    "É fácil, professora. Não foi a estaca que ajudou o tomateiro a crescer direito?

    Fonte: http://www.metodista.org.br

  8. #8
    Roberto is offline Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,532

    re: Dia nacional da EBD

    O MILAGRE
    AUTOR DESCONHECIDO


    UM HOMEM PERDIDO - bêbado, mentiroso, desonesto, desleal, imoral, sem sentido na vida, egoísta, avarento - converteu-se pela Graça Deus e como resultado de trabalhos de amigos crentes. Transformou-se radicalmente. Todos puderam verificar a mudança que se operara em sua vida.
    Diziam: É um milagre!

    UM MENINO cresceu e desenvolveu-se normalmente, no lar, na Escola Dominical, na Igreja; nunca se perdeu no mundo; não se tornou desonesto, nem mentiroso, nem bêbado, nem imoral, nem egoísta, nem avarento. Pela Graça e Poder de Deus, foi salvo sem estas experiências. Aos doze anos, aceitou a presença de Jesus Cristo e de seu amor em sua vida, tornou-se membro da Igreja e dedicou sua vida ao desenvolvimento do Reino de Deus, servindo a Cristo e ao próximo.
    E eu digo: é milagre!

    Creio, porém, que este segundo milagre é mais desejável que o primeiro.
    A ESCOLA DOMINICAL existe justamente para ser usada por Deus para desenvolver na pessoa estes dois tipos de milagres. Todavia, é o segundo que está ligado mais diretamente ao seu trabalho.  

    Aos adultos, jovens, juvenis e crianças a Escola Dominical proporciona condições de:
    a) Conhecer Deus e seu amor presente em Cristo.
    b) Aceitar este amor em sua vida, deixando Jesus ser o Salvador e Senhor de sua existência.
    c) Crescer no conhecimento, na convivência e na experiência pessoal com Deus.
    d) Responder ao amor de Deus devotando seu amor a Ele, através de sua consagração e serviço ao Seu Reino e ao próximo.
    e) Dar condições de preparo e desenvolvimento a seus membros para desempenharem o seu serviço.
    Ela existe para todos e todas as idades, Todos precisam crescer no conhecimento da pessoas, do amor e da ação de Deus no mundo e em sua vida.

    Fonte: http://www.metodista.org.br

  9. #9
    Roberto is offline Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,532

    re: Dia nacional da EBD

    Textos para Reflexão:

    ESCOLA DOMINICAL - PRIMEIRO MOVIMENTO DE EDUCAÇÃO POPULAR
    Zeni Soares


    Corria o ano de 1780, na Inglaterra. Nas prisões, os presos viviam em condições desumanas.
    Nas casas, os escravos eram tratados com crueldade.
    Nas escolas que eram organizadas pelo governo, a maior confusão.
    Nas minas e fábricas, milhares de crianças trabalhavam até quatorze horas por dia, sem legislação que as protegesse e sem tempo e oportunidade de brincar e freqüentar uma escola.
    Nas ruas, a pobreza andava solta.
    Na cidade inglesa de Gloucester, Robert Rakes, filho e neto de donos de jornal, estava muito preocupado. O índice de criminalidade crescia a cada dia.
    Rakes começou a visitar as prisões e pesquisar o por quê dos crimes. Percebeu que a maioria deles ocorria no domingo, dia em que muitas crianças perambulavam pelas ruas, sem ter o que fazer.

    Concluindo que a criminalidade era filha da ignorância e do ócio, Rakes resolveu cortar o mal pela raiz: decide criar escolas para as crianças perambulantes.
    Em setembro de 1780, Rakes organiza o Movimento das Escolas Dominicais. Do currículo, constava alfabetização, leitura e estudo da Bíblia e do catecismo, etc.
    A primeita Escola Dominical começou a funcionar na casa de uma senhora, que passou a receber um salário semanal para atender às crianças.

    A Escola Dominical se espalha e continua sem apoio institucional. Ela se mantém através de contribuições de cidadãos "proeminentes", principalmente os empregadores...  

    Uma comissão é formada para selecionar os livros e escolher professores, assistentes, supervisores.

    Em dois anos, a Escola Dominical tinha duzentos e cinquenta mil alunos. Em três, a Inglaterra e o País de Gales tinham trinta mil Escolas Dominicais.

    As reuniões eram feitas geralmente nas salas das Igrejas. Cada grupo se organizava como achava melhor.

    O horário de funcionamento era das dez às doze horas, com intervalo para almoço; retornavam ás treze horas e iam até as dezessete horas e trinta minutos, com novo intervalo para lanche. O encerramento era às dezoito horas, com culto vespertino.

    Hoje, são passados mais de duzentos anos desde que este movimento de educação popular começou. No Brasil, há milhares de Escolas Dominicais funcionando nas Igrejas, nas casas, ao ar livre.

    Que papel estas Escolas Dominicais estão desempenhando num país onde...
    ... as prisões continuam em situação desumana;
    ... novo tipo de escravidão se instituiu: milhões de trabalhadores dão seu suor e sangue em troca de um salário de fome;
    ... as escolas são privilégio de uma minoria;
    ... milhões de crianças são carentes e continuam perambulando pelas ruas à procura de meios de sobrevivência;
    ... o índice de criminalidade continua altíssimo;
    ... a cada dia mais crianças entram no mercado de trabalho, com jornada de mais de quarenta horas semanais, recebendo, a grande maioria destes menores, menos de um salário mínimo por mês;
    ... a pobreza já fez "doutoramento".

    O QUE A ESCOLA DOMINICAL, O MAIOR MOVIMENTO LEIGO DE TODOS OS TEMPOS E O ESPAÇO PROPÍCIO À EDUCAÇÃO POPULAR TEM A DIZER, HOJE?
    É parar, pensar e começar a agir!  

    Fonte: http://www.metodista.org.br

  10. #10
    Roberto is offline Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,532

    Dia da escola dominical

    Encontrei a pogramação abaixo, espero que seja útil para alguém:
    ==> Material para a Comemoração do Dia da Escola Dominical

  11. #11
    Bethinha is offline Bethinha's Avatar
    Membro Novato
    Join Date
    Jan 2007
    Posts
    1
    Quero compartilhar com os irmãos que estivemos comemorando este mês o Mês da EBD. Tirei muitas idéias da programação sugerida e hoje terminamos com um café da manhã, exposição dos cartazes das classes, Bíblia e revistas antigas, e testemunhos da importância da EBD na vida de pessoas de várias demoninações. Foi uma Bênção.

  12. #12
    Taina is offline Taina's Avatar
    Join Date
    Jan 2008
    Location
    Santo André - SP
    Posts
    578

    Re: Dia da EBD

    Olá...

    Estou postando um arquivo com alguns poemas sobre o Dia da Escola Dominical!

    Espero que gostem

  13. #13
    SandraMac is offline SandraMac's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Oct 2007
    Location
    Rio de Janeiro - RJ
    Posts
    5,126

    Re: Dia da EBD

    AS DEZ BEM-AVENTURANÇAS DA ESCOLA DOMINICAL

    1. Bem-aventurado o aluno que não falta a Escola Dominical

    2. Bem- aventurado o aluno que está à hora certa, na Escola dominical

    3. Bem- aventurado o aluno que traz consigo a sua Bíblia à Escola Dominical.

    4. Bem- aventurado o aluno que traz sempre a lição estudada.

    5. Bem-aventurado o aluno que pratica o que aprende na Escola Dominical.

    6. Bem-aventurado o aluno que dá lição prática na Escola Dominical.

    7. Bem-aventurado o aluno que traz outros à Escola Dominical

    8. Bem-aventurado o aluno que consagra amor à sua Escola dominical.

    9. Bem-aventurado o aluno que contribui com suas ofertas para Escola dominical.

    10. Bem-aventurado o aluno que ora com fervor pela Escola Dominical.
    "Quero trazer à memória o que me pode dar esperança". Lamentações 3:21

  14. #14
    LucimarOliveira is offline LucimarOliveira's Avatar
    Join Date
    Dec 2007
    Location
    Araruama - RJ
    Posts
    21

    Re: Dia nacional da EBD

    JOGRAL:
    Por que Amamos a Escola Dominical?

    PERSONAGENS: 5 crianças.(Cada qual traz um coração de cartolina vermelha preso ao pescoço por uma fita larga.Cada coração contém a palavra-chave do tópico que cada criança representa.)

    TODAS – Vamos contar para todos,
    Nesta data festiva,
    Por que tanto amamos
    A Escola Dominical.

    1ª CRIANÇA - Amo a Escola Dominical porque nela eu aprendi que DEUS ME AMA:
    Diz o Senhor;"Com amor eterno eu te amei, por isso com bengnidade te atraí"(Jr 31.3).

    2ª CRIANÇA - Amo a Escola Dominical porque nela eu aprendi que DEUS ME GUARDA .
    Está escrito: "O Senhor é quem te guarda; o Senhor guardará a tua saída e a tua entrada, desde agora e para sempre"(Sl 121.5,8).

    3ª CRIANÇA - Amo a Escola Dominical porque nela eu aprendi que DEUS ME AJUDA.
    Ele diz; "Porque eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita, e te digo: Não temas, que eu te ajudo"(Is 41.13).

    4ª CRIANÇA - Amo a Escola Dominical porque nela eu aprendi que DEUS ME ENSINA.
    A Bíblia diz: "Vinde, e subamos à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos" (Mq 4.2).

    5ª CRIANÇA - Amo a Escola Dominical porque nela eu aprendi que DEUS ME DÁ SABEDORIA.
    Diz a sua Palavra : "Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente" (Tg 1.5).

    TODAS - Um pedido nós fazemos
    Ao bom Pai celestial :
    (Em atitude de prece)
    Abençoa, Deus amado,
    A Escola Dominical !

    (Saem todas. )
    (Extraído do livro de Jograis e representações Evangélicas vol 3 -José Viana dos Santos CPAD)

  15. #15
    NaraIPB is offline NaraIPB's Avatar
    Join Date
    Jun 2008
    Location
    Niterói
    Posts
    66

    Re: Dia nacional da EBD

    Escola Dominical
    (poema)


    Há uma Escola bendita
    Onde se aprende a verdade,
    Traz a mensagem inaudita
    Da graça e da liberdade.
    Nesta Escola conhecemos
    O que fizeram os heróis,
    Cujas vidas bem sabemos
    São para nós qual faróis.
    Vidas como a de Sansão,
    De Moisés e de Josué,
    Que nos falam ao coração
    E nos incitam à fé.
    Uma história tão bonita
    É a do jovem Daniel,
    De Ruth, a moabita
    E do justo irmão Abel.
    Também temos a história
    Do puro e manso José,
    Cujo exemplo, na memória,
    Nos mantém sempre em pé.
    Uma vida bem formada,
    Sempre nela se advinha
    De Dorcas, a bem-amada
    E de Ester, a rainha.
    Vidas assim consagradas
    Para a Deus Pai servir.
    Muitas mais nos são mostradas,
    São exemplos a seguir.
    Nesta Escola assim se aprende
    A Jesus a gente amar,
    Quem não vem se arrepende,
    A Deus não vai agradar.
    Esta Escola benfazeja,
    De valor tão sem igual,
    Vive aqui bem nesta Igreja,
    É a Escola Dominical!


    escrito por (Wally Alves Fernandes)

  16. #16
    SandraMac is offline SandraMac's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Oct 2007
    Location
    Rio de Janeiro - RJ
    Posts
    5,126

    Corinho ESCOLA DOMINICAL

    Olha que fofura esta musiquinha da Jayane mostrando que é na Escola Dominical que as crianças aprendem tudo sobre a Bíblia!
    Toque na sua sala ou no encerramento da EBD... show!
    Clique no vídeo para assistir!


    "Quero trazer à memória o que me pode dar esperança". Lamentações 3:21

  17. #17

    Re: Dia nacional da EBD

    Agradeço ao Senhor por este site e alegro-me pela v/ dedicação à Escola Dominical.
    Por vezes sinto-me desanimada, por norma as EDs em Portugal são de pequena dimensão e a da minha igreja é bem pequena. Contamos com cerca de 8 crianças, c/ idades entre 5 e 15 anos (apenas 1 tem 15).
    É difícil fazer uma divisão de classes equilibrada, para evitar classes c/ apenas 1 criança.
    O espaço também é pequeno (as classes têm de ficar todas na mesma sala, incluindo adultos).

    O tempo que dispomos é pouco, pois a ED deveria começar às 11 horas, mas como o culto da manhã acaba perto dessa hora, os irmãos não conseguem ir buscar as crianças de modo atempadamente.
    Entretanto, e por haver culto às 15 horas, somos pressionadas para acabar às 12h3om.
    Muitas vezes queremos começar a ED e os irmãos ( e até alguns responsáveis pela igreja) continuam conversando no fundo do salão (que é pequeno).

    O chavão é " os cultos são mais importantes que a ED".
    Então quando fico desanimada, penso que talvez sejam mesmos os outros que têm razão.
    Entro no site, vejo o amor, o interesse, a dedicação e importância que dão a este trabalho e peço ao Senhor forças para lutar, pois não estou só.
    Com o v/ material e a benção do Senhor, tenho conseguido bonitas apresentações em slides de lições (Noé, A criação, Acã...) .
    Que o Senhor continue abençoando a todos.
    Isabel Custodio

  18. #18
    Taina is offline Taina's Avatar
    Join Date
    Jan 2008
    Location
    Santo André - SP
    Posts
    578

    Re: Dia nacional da EBD

    APRESENTANDO MINHA ESCOLA
    (jogral por uma criança, um jovem e um adulto)
    Rev Thiago Rodrigues Rocha

    TODOS- Senhores apresentamos uma escola original. É o nome que lhe damos: Escola Dominical.
    CRIANÇA -Eu gosto dela, vos digo, pois me trata com atenção.Lá, todo mundo é amigo e aprende boa lição.
    JOVEM -Eu encontro companheiros e ensino pra minha idade. São os mestres conselheiros, que nos guiam à verdade.
    ADULTO -Tenho também bom proveito para a mente , o coração. Lá aprendo o que é direito, e conduz à boa ação.
    CRIANÇA -Minha classe de criança, adequada à minha mente, tem lição conveniente, por isso nunca me cansa.
    JOVEM -Na classe da mocidade, a mente não tem algemas. Tenho toda a liberdade de discutir meus problemas.
    ADULTO -Na minha classe de adulto, homem iletrado ou culto, qualquer um tem permissão de discutir a lição.
    CRIANÇA -Vou nessa escola aprendendo, com gosto, com alegria, como poderei, crescendo, ser um bom cristão, um dia.
    JOVENS -E se todo moço cuidasse de nessa escola querida não faltar à sua classe seria feliz na vida.
    ADULTOS- E se toda pessoa adulta esta escola freqüentasse, veria quanto ela é boa, quanto fruto dela nasce!
    TODOS -Amigos: apresentada aos homens, à garotada, a Escola Dominical, vos dizemos afinal: “Vinde todos aprender ensinamento profundo. Venham todos se inscrever na maior escola do mundo!”

  19. #19

    Dia Nacional da EBD

    Caros Irmãos,

    A Paz do Senhor!

    Sou coordenador da EBD da Congregação em Jardim Iracema da Igreja Evangélica Assembléia de Deus, Mistério Templo Central em Fortaleza CE.

    Gostaria de receber pequenos vídeos dos amados superintendentes e professos, falando sobre a importância da EBD.
    Peço permissão aos amados para passar esses vídeos em culto de ação de graças pela existência da EBD, que será realizado no dia 20/09.
    Aproveitaremos esse culto para falar sobre a importância do estudo da Palavra de Deus e o papel da EBD nesse trajeto.

    Desde já agradeço a ajuda dos irmãos e parabenizo os idealizadores de portal.

    Atenciosamente,
    Paulo Henrique.

  20. #20

    Re: Dia nacional da EBD

    Acho que agora vai!! rsrsrs
    Olha só, visitando este fórum encontrei idéias muito interessantes e aí enviei-as ao Superintendente da EBD e ao Pastor de minha igreja. Eles gostaram tanto que o terceiro domingo de setembro em nossa igreja foi super diferente!
    Estou postando algumas fotos pra vocês verem!
    Deus abençoe a todos que fazem este portal ser uma benção!
    Obrigada.
    OBS.: Nas fotos não aparecem as crianças e adolescentes pois estavam ainda em suas salas.
    Jeane Lima

  •   
+ Responder tópico
+ Novo Tópico
Page 1 of 2 12 Last

Resposta rápida Resposta rápida

  • :RpS_rolleyes:
  • :butterfly:
  • :stupid:
  • :cool:
  • :lol:
  • :frown:
  • :numbness:
  • :RpS_drool:
  • :bee:
  • :smile:
  • :adoration:
  • :very_drunk:
  • :eek:
  • :loyal:
  • :RpS_unsure:

Clique aqui para logar


Em que ano estamos?

Thread Information

Users Browsing this Thread

Há atualmente 1usuários navegando neste fórum. (0 membros e 1 visitantes)

Similar Threads

  1. Lição 11 - A Família e a Escola Dominical
    By Henriquelhas in forum 2º Trimestre
    Respostas: 0
    Last Post: 13-06-13, 04:06 PM
  2. Lição 11 - A família e a Escola Dominical
    By Natalino das Neves in forum 2º Trimestre
    Respostas: 0
    Last Post: 03-06-13, 11:01 PM
  3. Não vou desistir da escola dominical!
    By Roberto in forum Artigos sobre Educação
    Respostas: 2
    Last Post: 30-06-10, 10:15 AM
  4. Marketing para a Escola Dominical
    By NaraIPB in forum Artigos sobre Educação
    Respostas: 0
    Last Post: 17-01-09, 10:30 PM

Posting Permissions

  • You may post new threads
  • You may post replies
  • You may not post attachments
  • You may edit your posts
  •