[Timezone Detection]
X
Cadastro rápido

Nome de usuário: Endereço de e-mail:
Verificação humana

Em que ano estamos?


Curtidas Curtidas:  0
  1. #1
    Roberto is offline Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,525

    Pequenos grupos, células ou Escola Dominical?

    pqgpEBDcel.jpg

    Pequenos grupos, células ou escolas dominicais?
    Essa escolha tem criado muita celeuma nos círculos evangélicos. Uma manchete da revista Christianity Today dizia: "Como Pequenos Grupos estão transformando nossas vidas." Isso mostra o interesse em grupos de células na comunidade evangélica. O artigo começa por declarar que 40 por cento dos norte-americanos participam de pequenos grupos e ainda sabemos pouco sobre eles (1). Em muitos círculos o debate sobre a Escola Dominical versus grupos celulares tornou-se intenso.

    O debate é divertido porque, na verdade, a Escola Dominical tradicional responde por um número significativo de pessoas que estão envolvidas no movimento de pequenos grupos. Poderíamo definir uma classe da Escola Dominical como "um grupo celular que se encontra no prédio da igreja na manhã de domingo" e um grupo celular como "uma classe da Escola Dominical que atende fora do seu edifício em algum outro momento." Por que devemos definir a primeira em oposição ao segundo? Reconhecemos que essas definições são simplificações. A célula ou pequenos grupos inclui muitos tipos de grupos, poderíamos enumerar alguns: estudo bíblico, oração, comunhão, social, etc. Temos convicção que uma classe de Escola Dominical bem-organizada pode e deve realizar a função de vários tipos de pequenos grupos, porém nem todas as funções ocorrerão no domingo de manhã. Pode ser vantajoso olhar para as possívei vantagens s de pequenos grupos e classes da Escola Dominical, respectivamente. Muitas críticas levantadas contra a estrutura da Escola Dominical são realmente dirigidos contra grandes classesque usam o formato de palestra. Este modelo estereotipado não é o modelo usado por muitas igrejas em crescimento, nem é o padrão recomendado ao longo de todo o curso.
    Possíveis vantagens das células Grupos celulares custam a igreja menos dinheiro do que a Escola Dominical porque eles não exigem que a igreja construa salas de aula. Isto faria com que as células fossem uma boa escolha para uma igreja em início ou para uma igreja com pouca área disponível para construção. Muitas igrejas encontram dificuldades com o custo dos materiais de construção e aquisição de terreno para construção ou ampliação das dependencias da igreja para ter salas de aula para uma Escola Dominical.
    Células proporcionam mais tempo para oração e comunhão. Muitas vezes as células são mais informais do que as classes da Escola Dominical, porque elas se reúnem em uma casa durante a semana e o ingrediente-chave do grupo de celular é o aspecto relacional, não o cognitivo estudo da Bíblia. O aspecto relacional das células é certamente reforçado pelo ponto de encontro mais casual. As células, por vezes, se beneficiam da intimidade fornecida por uma casa em oposição a uma sala de aula. O uso de uma casa pode colocar o não-cristãos à vontade. O grupo de células pode funcionar como uma ponte para a comunhão em uma igreja grande. Muitas células têm provado serem eficazes para o evangelismo. Isto requer que os participantes dos grupos de células estejam dispostos a trazer seus amigos não salvos, e o ambiente doméstico pode ser menos ameaçador para o não-cristão.
    As células podem ser mais eficazes em atender essas necessidades especiais do que uma classe tradicional de Escola Dominical. A Escola Dominical é geralmente impulsionada por conteúdo ao invés de necessidades impulsionadas. As células podem envolver mais de seus participantes no ministério do que a tradicional classe da Escola Dominical. Alguns teóricos argumentam que esta é a diferença mais significativa entre a igreja tradicional e as igrejas em células ou em grupos pequenos. Eles afirmam que apenas 10 a 15 por cento dos membros da igreja tradicional participam do ministério, enquanto que 100 por cento dos membros dos grupos celulares participam. Para uma porcentagem tão alta ser levada a sério, deve-se presumir que a participação no grupo celular deva ser considerada um ministério.
    As possíveis vantagens da Escola Dominical
    Muitas das vantagens da estratégia da Escola dominical podem também ser apresentadas como críticas da estrutura das células ou grupo pequenos. Será óbvio que, se todas as variáveis forem iguais, é preferível a estrutura da Escola dominical a das células.
    A Escola Dominical é mais fácil de organizar e gerenciar do que as células. Qualquer um que tenha tentado obter todos os registros das classes da Escola Dominical pode apreciar a dificuldade de gerir uma Escola Dominical grande com classes numerosas. Esta tarefa de gestão é bastante difícil quando todas as classes estão reunidas no mesmo edifício, ao mesmo tempo. A estrutura das células ou grupos pequenos faz com que as dinâmicas organizacionais ainda mais difíceis. As células se encontram muitas vezes em noites diferentes da semana em diferentes partes da cidade. A tarefa aparentemente simples de manutenção de registros é infinitamente mais difícil com as células espalhadas pela cidade. A estrutura da Escola Dominical permite uma maior supervisão e uma maior responsabilização. Para a estrutura celular trabalhar eficazmente, deve haver um alto nível de compromisso e atenção prestada à supervisão e responsabilidade por parte do grupo de líderes das células ou grupo pequenos.
    Escola Dominical tende a se tornar menos centrada persoalidade do que grupos celulares. Embora a estrutura de qualquer grupo pequeno corra o risco de ter o professor criando um pequeno reino, o risco é grandemente reduzido quando os professores estão sob a supervisão mais próxima possível, quando as classes encontram-se no mesmo local e ao mesmo tempo.. Uma reunião com um líder forte em uma casa particular muitas vezes poderá deixá-lo com menos restrições. Isto pode conduzir a grupos divididos.
    A estrutura da Escola Dominical torna mais fácil de salvaguardar a integridade doutrinal do que a estrutura celular. A maioria dos sistemas de Escola Dominical usa um currículo padrão para as classes. Este currículo padronizado, juntamente com a supervisão da Escola Dominical, guarda a integridade doutrinal. Células ou Grupos pequenos tendem a ser mais orientados para relacionamentos do que para o estudo cognitivo da Bíblia. No Brasil nota-se essa diferença, que o ingrediente-chave de reuniões de células são as pessoas na sala, não o estudo do material. Isso é distintamente diferente da estrutura das Igrejas em células na Coréia, onde o currículo é extremamente detalhado. Um artigo na Christianity Today, resumindo as conclusões de Robert Wuthnow, professor de sociologia na Universidade de Princeton, destaca que as células "pouco fazem para aumentar o conhecimento bíblico de seus membros. A maioria deles não afirma o valor das tradições denominacionais ou prestam muita atenção para os argumentos teológicos distintos que identificaram variantes do cristianismo ou do judaísmo no passado. Na verdade, muitos dos grupos incentivam a fé para ser subjetiva e pragmática" (2). Vários anos atrás, Ken Hemphill assistia a uma conferência de crescimento da igreja em Fort Worth, Texas, onde um líder de Grupos pequenos estava respondendo a perguntas sobre o ministério celular. O porta-voz criticou o modelo de Escola Dominical porque exigia muitos líderes treinados e qualificados. Quando questionado sobre como a estrutura de Grupo pequeno tratava esta mesma questão, o apresentador indicou que sua igreja permitiu incrédulos para liderar células de descoberta, porque eles estavam baseados em questões de estudo indutivos, sem respostas corretas. George Barna, pesquisador do crescimento da igreja, surpreendeu muitos leitores quando ele sugeriu que o movimento de pequenos grupos pode realmente estar em declínio. Ele especulou que o declínio na participação de pequenos grupos pode ser explicado por uma tendência de ensino fraco, confusão de propósito, falta de liderança, e preocupações práticas como o cuidado inadequadas com as crianças (3). A igreja que encontra nas células o mais propício à sua situação deve prestar muita atenção a integridade doutrinária ou a sua estrutura celular pode se tornar pouco mais do que uma moda passageira que pode introduzir confusão heresia doutrinária para a igreja.
    de freqüentadores da Escola Dominical que ficam para a adoração.
    Escola Dominical integra a educação familiar total. A estrutura da Escola Dominical é projetada para permitir que toda a família assista o estudo da Bíblia, ao mesmo tempo. Isto não é apenas mais conveniente, pode ser utilizada pela família para melhorar a conversação famíliar sobre o conteúdo do estudo da Bíblia. A integração proporcionada pela instrução familiar também resolve outro grande dilema enfrentado pelas igrejas que seleccione células ou grupos pequenos cujos pais possuem filhos pequenos que precisam de cuidados. Percebe-se que células que envolvem os casais jovens com filhos pequenos, abandonam a célula ou grupo queno de forma bastante rápida, especialmente durante os períodos letivos. A despesa e a dificuldade de garantir atendimento adequado para a criança logo tem seus efeitos sobre a capacidade de ambos, marido e esposa de participarem do grupo de estudo bíblico.
    A Escola Dominical envolve uma maior proporção de pessoas da igreja que os grupos celulares em um cenário norte-americano. Robert Logan argumenta que o ideal para a igreja em celulas seria o envolvimento total, mas descobriu-se uma realidade mais preocupante. "Esta será uma meta desafiadora para a maioria das igrejas no lar que tem programas de estudos bíblicos, normalmente têm menos de 25 por cento de sua frequência envolvida (4).” Se Logan está se referindo à participação de adultos em grupos pequenos, essa meta de 25 por cento poderia ser comparado com 50,9 por cento dos adultos em igrejas batistas envolvidos na freqüência escolar d domingo. Se tomarmos todas as faixas etárias desde o pré-escolar em nossa fórmula, na Igreja Southern Baptist a média de frequencia é de 85,3 por cento em relação aos pequenos grupos, calcula Ken Hemphill.
    Na maioria dos casos, a estrutura tradicional da Escola dominical vai se revelar mais eficaz do que a estrutura dos pequenos grupos para o programa de estudo da Bíblia para a Igreja. A estrutura das células pode ser mais eficaz do que a estrutura da Escola Dominical, em algumas circunstâncias especiais: igrejas que estão começando, igrejas no centro das cidades, igrejas com espaço inadequado e igrejas em áreas onde o terreno é proibitivamente caro. Cada igreja terá que determinar a sua própria estratégia com base em seu contexto original.
    Nossa igreja pode usar ambas? as células e escola dominical?
    É possível utilizar os dois? Pequenos grupos ou células e a estrutura da escola dominical? Ken Hemphill acha que não é apenas possível, mas tem sido o expediente da igreja do século XXI. Muitas igrejas já adotaram essa estratégia, estabelecendo necessidades centradas em células para atender situações específicas, tais como pais sem parceiros, Alcoólicos Anônimos, separação e divórcio. Estas células podem complementar a estrutura da escola tradicional de domingo. Muitas de nossas classes de Escola Dominical em Norfolk estabeleceram pequenos grupos ou células que se reuniram durante a semana para oração ou comunhão, revela Hemphill. “Eu acredito que é possível usar tanto a estrutura da célula e da estrutura escolar tradicional de domingo para a organização de grupos de estudos bíblicos. Muitas vezes, temos sido culpados de forçar todos para caberem em um sistema já desenvolvido, como a Escola Dominical que atenda apenas na manhã de domingo. Embora esse padrão irá trabalhar para a grande maioria das pessoas, há sempre aqueles que serão uma exceção à regra. Por que não desenvolver um dia da semana ou hora do almoço para formar uma células de estudo para alcançar essas pessoas?”, completa Hemphill .
    Se você planeja usar células e Escola Dominical para o estudo da Bíblia, recomenda-se que você use um currículo padrão para ambos e exija que os líderes em ambos os casos a serem envolvidos nas reuniões de estratégia de planejamento para os dirigentes de estudos bíblicos. Isto irá manter todos no mesmo campo de jogo mesmo, cria um senso de unidade da equipe, e ajudar a proteger a integridade doutrinal do programa de estudo da Bíblia. Também simplifica o planejamento, treinamento e organização. Para os participantes, facilita o movimento entre os grupos.

    Conclusões
    Você deve decidir entre uma estrutura de células ou a estrutura da escola tradicional de domingo. Em determinadas situações, como igrejas que estão nascendo, a igreja é desafiada com as necessidades de espaço ou de um terreno, a estrutura dos pequenos grupos pode ser mais vantajosa. Diferentemente da Coréia do Sul, em diversos lugares do mundo, a estrutura da igreja em células cria vários desafios que devem ser abordadas. Na maioria das igrejas, a estrutura tradicional da Escola dominical irá revelar-se mais eficaz e eficiente.


    (1) “How Small Groups Are Transforming Our Lives,” adapted from a study by Robert Wuthnow, Christianity Today, 7 February 1994, 20;
    (2) Wuthnow, “How Small Groups Are Transforming Our Lives,” 23;
    (3) George Barna, Virtual America: What Every Church Leader Needs to Know about Ministry in an Age of Spiritual and Technological Revolution (Ventura, Calif.: Regal Books, 1993), 52–55. Warren Bird relates to Barna’s study in “The Great Small Group Takeover,” Christianity Today, 7 February 1994, 29.
    (4) Logan, Beyond Church Growth, 128;


    › Veja Mais: Pequenos grupos, células ou Escola Dominical?

  2. #2
    Roberto is offline Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,525
    Algumas igrejas e denominações operam Escola Dominical só para as crianças. Elas ignoram o seu potencial para alcançar, assimilar e desenvolver os crentes adultos. Elas ignoram a necessidade para o crescimento contínuo entre todos os crentes. O fascínio recente com as células e pequenos grupos para adultos encontrou seus mais fortes seguidores em grupos denominacionais sem Escolas Dominicais eficazes para adultos. Neste curso, iremos ainda falar sobre a EBD e os adultos. Outras igrejas têem abandonado totalmente a EBD e adotado as células e pequenos grupos. Nesse contexto também podemos inserir os emergentes que adotam a "Igreja no lar" e criticam o modelo de escola dominical porque requer muitas pessoas treinadas e qualificadas mas, fica a pergunta: Como ficam as crianças no movimento emergente, na "Igreja no lar"? - Ora, nessa migração para a Igreja emergente, as chamadas Igrejas nos lares, como ficariam as crianças? Não é mais preciso pessoal qualificado para ministrá-las? Na verdade os proponentes emergentes não propõem uma solução mas um ensino fraco e uma inadequada preocupaçãos com as crianças. Tenho ouvido falar em "célula infantil" mas há pouca coisa escrita sobre elas, raras obras que tratam do assunto, em suma, quem mais perde no abandono da EBD são as crianças. O mercado editorial evangélico nacional tem apenas uma obra sobre o assunto mas contém apenas lições bíblicas para serem ministradas nos lares. Como partir para uma experiência com células sem pequenos grupos em detrimento da EBD sem que haja sequer obras de referencias para orientar as pessoas que irão liderar as células infantis? A obra abaixo sequer pode ser considerada um currículo por conter 12 lições porque um currículo é muito mais que apenas lições.

    celulas_biblicas_infantis-gg.jpg

    Na Coréia do Sul aonde a experiencia com células é bem sucedida, foram desenvolvidos curriculos completos para as células de adultos e infantis, não há registro que isso ocorra em outro lugar do planeta. A igreja em células da Coréia dispoe de currículos completos, não apenas lições e estudos bíblicos, esses curriculos não ficam devendo nada para os curriculos convencionais de EBD. Já escrevi neste curso sobre os emergentes, que sob esse aspecto estão no mesmo contexto das células e pequenos grupos. Citei o guru gospel Caio Fábio que criminosamente defende o desmantelamento da EBD, numa entrevista aos seus bajuladores do Blog Genizah, entrevista essa publicada na Revista Cristianismo Hoje. A escola dominical corretamente organizada é uma rede de pequenos grupos que envolve todas as faixas etárias da igreja.

  3. #3
    Roberto is offline Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,525
    A educadora cristã Madalena Molochenco tem sérias ressalvas aos novos modelos eclesiásticos, conforme elencado no insight Uma dura verdade - o ensino cristão não tem fundamentação teórica

  •   
+ Responder tópico
+ Novo Tópico

Resposta rápida Resposta rápida

  • :RpS_rolleyes:
  • :butterfly:
  • :stupid:
  • :cool:
  • :lol:
  • :frown:
  • :numbness:
  • :RpS_drool:
  • :bee:
  • :smile:
  • :adoration:
  • :very_drunk:
  • :eek:
  • :loyal:
  • :RpS_unsure:

Clique aqui para logar


Em que ano estamos?

Thread Information

Users Browsing this Thread

Há atualmente 1usuários navegando neste fórum. (0 membros e 1 visitantes)

Similar Threads

  1. Dia da Escola Dominical
    By Roberto in forum Eventos e Datas Comemorativas
    Respostas: 28
    Last Post: 08-09-15, 08:04 PM
  2. Lição 11 - A Família e a Escola Dominical
    By Henriquelhas in forum 2º Trimestre
    Respostas: 0
    Last Post: 13-06-13, 04:06 PM
  3. Lição 11 - A família e a Escola Dominical
    By Natalino das Neves in forum 2º Trimestre
    Respostas: 0
    Last Post: 03-06-13, 11:01 PM
  4. Não vou desistir da escola dominical!
    By Roberto in forum Artigos sobre Educação
    Respostas: 2
    Last Post: 30-06-10, 10:15 AM

Posting Permissions

  • You may post new threads
  • You may post replies
  • You may not post attachments
  • You may edit your posts
  •