Curtidas Curtidas:  0

Thread: Torre de Babel

  1. #21
    Leticia BR Souza is offline Leticia BR Souza's Avatar
    Join Date
    Jun 2016
    Location
    Rio de Janeiro
    Posts
    2

    Re: Torre de Babel

    Amados, este site tem sido de imensa ajuda para mim, que retornei há um mês ao Departamento Infantil de minha Igreja após 8 anos longe!


    Ainda estou me familiarizando com os recursos, pesquisas e postagens, mas aqui vai uma pequena contribuição:


    Neste site existem várias contribuições em figuras, opções de lições, minibooks etc. Infelizmente ele é todo em Inglês, mas a tradução do Google costuma ajudar...
    O site é: http://www.biblestoryprintables.com/
    Sobre o tema Torre de Babel: http://www.biblestoryprintables.com/...l#.V82HsVsrLcs

    Os materiais têm a descrição "FREE" (livre), porém, como não o li inteiramente, fiquei receosa de postar diretamente aqui.


    › Veja Mais: Torre de Babel

  2. #22
    SandraMac is offline SandraMac's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Oct 2007
    Location
    Rio de Janeiro - RJ
    Posts
    5,126

    Re: Torre de Babel

    A Paz, Letícia!
    Deus abençoe o seu retorno ao Dep. Infantil da sua igreja!
    Obrigada pela indicação do site do BibleStoryPrintables.
    Ele é mesmo muito bom. Já o conheço há algum tempo!
    Sempre que possível a gente traduz, edita, e traz algum material de lá para o nosso Forum.
    Grande abraço, irmã!



    Quote Originally Posted by Leticia BR Souza View Post
    Amados, este site tem sido de imensa ajuda para mim, que retornei há um mês ao Departamento Infantil de minha Igreja após 8 anos longe!

    Ainda estou me familiarizando com os recursos, pesquisas e postagens, mas aqui vai uma pequena contribuição:

    Neste site existem várias contribuições em figuras, opções de lições, minibooks etc. Infelizmente ele é todo em Inglês, mas a tradução do Google costuma ajudar...
    O site é: http://www.biblestoryprintables.com/
    Sobre o tema Torre de Babel: http://www.biblestoryprintables.com/...l#.V82HsVsrLcs

    Os materiais têm a descrição "FREE" (livre), porém, como não o li inteiramente, fiquei receosa de postar diretamente aqui.
    "Quero trazer à memória o que me pode dar esperança". Lamentações 3:21

  3. #23

  4. #24
    Roberto is online now Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,532

    Re: Torre de Babel

    Torre de Babel pop-up

    IMG_3085.JPG

    babpopup.jpg
    Arquivos anexados Arquivos anexados

  5. #25
    Roberto is online now Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,532

    Re: Torre de Babel


  6. #26
    Roberto is online now Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,532

    Re: Torre de Babel

    Torre de babel pop-up

    Utilize papel gramatura 180g. No vídeo aparenta ser um papel A4 comum, deixando o trabalho manual sem a rigidez necessária.


    Arquivos anexados Arquivos anexados

  7. #27
    Roberto is online now Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,532

    Re: Torre de Babel

    Vocçê poderá adaptar o ilusionismo do video abaixo para a história da Torre de Babel, apenas substitua a figura do bolo para uma da torre.
    O vídeo está em japonês mas a dinamica da ilusão é perfeitamente compreensivel.


  8. #28
    Roberto is online now Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,532

    Re: Torre de Babel

    É imprescindível que você leia o breve artigo descrito no link abaixo antes de ler o script que preparamos:

    http://www.escoladominical.net/showt...ll=1#post26743


    - Imprimir os visuais em papel ampliado A3 em paisagem;
    - Unir os três painéis com fita adesiva no verso de forma montar a torre completa; e
    - Na hora de contar a história, não exiba os três painéisde uma só vez, à medida que for contado a história de acordo com o roteiro do script, revele os painéis, um-a-um.




    A cidade de Babel

    Essa é uma das histórias mais tristes e mais importantes da Bíblia. O nome desta história é bem conhecida como "A torre de Babel" mas, no final desta história nós entenderemos tudo isso.


    Após o dilúvio os sobreviventes migraram do Ararate em uma direção a leste; a região do Ararate (Genesis 8: 4) foi o ponto do qual a raça humana começou a se espalhar até que chegaram a um lugar chamado Sinar e disseram:"Vamos construir uma cidade, com uma torre que alcance os céus..." (Gn 11: 4a). Note que as pessoas começam a construir uma cidade e uma torre (v. 4).


    A construção era de uma escala tão colossal que precisa de grandes massas de pessoas e um alto grau de organização. Para realizar um trabalho de tal magnitude, calcula-se que seria necessário um total de cerca de 30.000 pessoas, uma suposição razoável para essa época. Ninguém sabe quanto tempo havia passado desde o dilúvio quando oito pessoas saíram da arca, até aqui mas, os sobreviventes do dilúvio aumentaram e se multiplicassem a ponto de serem capazes de construírem uma cidade e um edifício monumental, toda a raça humana participou dessa construção.


    Havia outra dificuldade; eles estavam em uma área que não havia pedras para a construção e nem argamassa com a qual pudesse unir os tijolos. Mas esses construtores babelitas certamente tinham engenhosidade, eles disseram: “Vamos fazer tijolos e queimá-los bem...”(Gênesis 11:3a). O solo dessa região fornecia materiais muito bons para construção, muita lama e betume em abundância (um material derivado do petróleo bruto) que eles usaram como argamassa para unir os tijolos.


    A descoberta da técnica de queimar o tijolo em um forno aumentou sua solidez e durabilidade e possibilitou a montagem de edifícios de vários andares. O uso do betume como argamassa adicionou à força,coesão e impermeabilidade ao tijolo. Era um processo caro, já que os fornos tinham que ser alimentados. O betume também era caro porque tinha que ser aquecido. O betume era absorvido nos tijolos (cozidos ou não), criando um produto tão durável quanto pedra. Era um esforço gigantesco mas, eles não pouparam esforços para erigir um projeto tão colossal.


    Não há nada errado com a construção de uma torre ou de uma cidade. Não era uma novidade,não era a primeira cidade, já que Caim já havia sido chamado de construtor de cidades (Gênesis 4:17). Na verdade, deve ter parecido uma ótima idéia. Afinal, Babel foi certamente uma façanha da beleza arquitetônica. E estava reunindo pessoas em uma causa comum.Então, o que poderia estar tão errado com a construção da cidade de Babel e sua torre? O que estava acontecendo aqui?


    Bem,devemos nos lembrar Gênesis 9:1, quando Deus instruiu a humanidade,através de Noé, a "frutificar e multiplicar, e encher a terra".E novamente, em 9:7, disse-lhes: "povoais abundantemente a terra e se multiplicai-vos nela".As instruções de Deus eram claras. As pessoas não deveriam se deter em um só lugar. Eles deveriam se espalhar por toda a terra!Mas, eles não queria nada disso, eles não estavam muito preocupados com o que Deus queria: "Eia,edifiquemos para nós uma cidade e uma torre cujo cume toque no céu,e façamo-nos um nome, para que não sejamos espalhados sobre a face de toda a terra"(Gn 11: 3-4). O pecado desses construtores foi duplo, eles tentaram evitar o que Deus queria, desafiando a vontade de Deus de que toda a Terra fosse povoada, evitando serem "espalhado sobre a face de toda a terra"(v. 4) e acreditavam que a maneira como eles escolheram evitar isso os tornaria famosos, que isso lhes daria fama. Isso mesmo! O objetivo dos babelitas era resistir e não cumprir a ordem de Deus, desafiá-lo e ainda ficarem famosos por isso, queriam se imortalizarem e ficarem famosos para as gerações futuras. Os construtores queriam evitar um estilo de vida imposto sobre eles,havia um desejo de construir uma civilização sem Deus.


    Esta era uma rebelião aberta contra uma ordem de Deus; depois do dilúvio, outra crise havia chegado na história do mundo. Mais uma vez, a raça humana era culpada do pecado da apostasia coletiva. Apostasia é a rejeição deliberada contra Deus, é rebelião. É abandonar e se afastar de alguém em quem acreditou ao ponto de desafiá-lo ou combatê-lo,portanto, o que os babelitas estavam fazendo era muito sério. A Bíblia diz que haverá ainda uma terceira grande rebelião contra Deus, uma apostasia generalizada virá no fim dos tempos antes da volta de Jesus (2 Ts 2:3).


    Talvez houvesse uma minoria que se sentisse desconfortável com esses planos grandiosos, lembrando-os que Deus não havia dado tais instruções e exortando-os que era muito importante colonizar toda a Terra. Não sabemos quanto tempo havia passado desde o dilúvio, mas parece que Noé e Sem ainda eram vivos e, pelo menos, não apoiaram esses planos. Noé tinha seiscentos anos (Gn 7:6) quando veio o dilúvio e viveu mais trezentos e cinquenta anos depois do dilúvio (Gn 9:28). Sem, filho de Nóe viveu quinhentos anos depois do dilúvio (Gn 11:11). Parece provável que eles ainda tinham alguma influência sobre os babelitas. Em todo caso, a posição da maioria prevaleceu, e o grande projeto de construção começou, os efeitos do dilúvio, evidentemente,perderam seu impacto.


    Algum tempo depois que a construção da cidade e da Torre de Babel começou, Deus "desceu para ver a cidade e a torre, que os filhos dos homens construíram". A situação era tão flagrantemente perigosa (como nos dias de Noé) que a verdade da revelação de Deus poderia ser completamente destruída se essas obras continuassem. A decisão de praticamente toda a população de construir uma cidade era uma rebelião, eles estavam não só ignorando as ordens mas,desafiando Deus.As condições do mundo antediluviano podiam se repetir e Deus não permitiria. Na história da humanidade houveram algumas ocasiões em que a realização dos propósitos de Deus para o mundo ficou tão ameaçado que a intervenção divina foi necessária. A corrupção antediluviana foi uma dessas instâncias, a rebelião em Babel outra.
    Deus esperou o maior tempopossível, na esperança de que a minoria piedosa lá (se existisse)prevalecesse e as pessoas se arrependessem. Eles não searrependeram, e Deus finalmente "desceu".


    Para frustar o projeto dos babelitas o método de Deus foi supreendente: ele confundiu a linguagem. Por que não simplesmente derrubar a torre e a cidade?Porque isso resolveria o problema apenas temporariamente. As torres e cidades são substituíveis. Mesmo que as pessoas não construíssem outra torre e cidade, poderiam escolher outro projeto igualmente presunçoso. A solução deve ser mais profunda do que isso. Não é a torre e a cidade que deveriam ser eliminadas, mas o que possibilitava a construção desse projeto torre - Se essa capacidade de comunicação fosse removida, os babelitas não poderiam continuar com seu trabalho.


    CONCLUSÃO


    A torre não foi projetada para chegar ao céu, este arranha-céu era apenas um símbolo de sua cidade Babel que foi construída como uma rebelião contra a ordem de Deus de "preenchera terra" (Gn 9: 1).




    Script
    Visual 1

    thumbs1.jpg


    Essa é uma das histórias mais tristes e mais importantes da Bíblia. O nome desta história é bem conhecida como "A torre de Babel" mas, no final desta história nós entenderemos tudo isso.


    Após o dilúvio os sobreviventes migraram do Ararate em uma direção a leste; a região do Ararate (Genesis 8: 4) foi o ponto do qual a raça humana começou a se espalhar até que chegaram a um lugar chamado Sinar e disseram: "Vamos construir uma cidade, com uma torre que alcance os céus..." (Gn 11: 4a). Note que as pessoas começam a construir uma cidade e uma torre (v. 4).


    A construção era de uma escala tão colossal que precisa de grandes massas de pessoas e um alto grau de organização. Para realizar um trabalho de tal magnitude, calcula-se que seria necessário um total de cerca de 30.000 pessoas, uma suposição razoável para essa época. Ninguém sabe quanto tempo havia passado desde o dilúvio quando oito pessoas saíram da arca, até aqui mas, os sobreviventes do dilúvio aumentaram e se multiplicassem a ponto de serem capazes de construírem uma cidade e um edifício monumental, toda a raça humana participou dessa construção.


    Havia outra dificuldade; eles estavam em uma área que não havia pedras para a construção e nem argamassa com a qual pudesse unir os tijolos. Mas esses construtores babelitas certamente tinham engenhosidade, eles disseram: “Vamos fazer tijolos e queimá-los bem...” (Gênesis 11:3a). O solo dessa região fornecia materiais muito bons para construção, muita lama e betume em abundância (um material derivado do petróleo bruto) que eles usaram como argamassa para unir os tijolos.


    A descoberta da técnica de queimar o tijolo em um forno aumentou sua solidez e durabilidade e possibilitou a montagem de edifícios de vários andares. O uso do betume como argamassa adicionou à força, coesão e impermeabilidade ao tijolo. Era um processo caro, já que os fornos tinham que ser alimentados. O betume também era caro porque tinha que ser aquecido. O betume era absorvido nos tijolos (cozidos ou não), criando um produto tão durável quanto pedra. Era um esforço gigantesco mas, eles não pouparam esforços para erigir um projeto tão colossal.



    Visual 2


    thumbs4.jpg

    Não há nada errado com a construção de uma torre ou de uma cidade. Não era uma novidade, não era a primeira cidade, já que Caim já havia sido chamado de construtor de cidades (Gênesis 4:17). Na verdade, deve ter parecido uma ótima idéia. Afinal, Babel foi certamente uma façanha da beleza arquitetônica. E estava reunindo pessoas em uma causa comum. Então, o que poderia estar tão errado com a construção da cidade de Babel e sua torre? O que estava acontecendo aqui?


    Bem, devemos nos lembrar Gênesis 9:1, quando Deus instruiu a humanidade, através de Noé, a "frutificar e multiplicar, e encher a terra". E novamente, em 9:7, disse-lhes: "povoais abundantemente a terra e se multiplicai-vos nela". As instruções de Deus eram claras. As pessoas não deveriam se deter em um só lugar. Eles deveriam se espalhar por toda a terra! Mas, eles não queria nada disso, eles não estavam muito preocupados com o que Deus queria: "Eia, edifiquemos para nós uma cidade e uma torre cujo cume toque no céu, e façamo-nos um nome, para que não sejamos espalhados sobre a face de toda a terra" (Gn 11: 3-4). O pecado desses construtores foi duplo, eles tentaram evitar o que Deus queria, desafiando a vontade de Deus de que toda a Terra fosse povoada, evitando serem "espalhado sobre a face de toda a terra" (v. 4) e acreditavam que a maneira como eles escolheram evitar isso os tornaria famosos, que isso lhes daria fama. Isso mesmo! O objetivo dos babelitas era resistir e não cumprir a ordem de Deus, desafiá-lo e ainda ficarem famosos por isso, queriam se imortalizarem e ficarem famosos para as gerações futuras. Os construtores queriam evitar um estilo de vida imposto sobre eles, havia um desejo de construir uma civilização sem Deus.


    Esta era uma rebelião aberta contra uma ordem de Deus; depois do dilúvio, outra crise havia chegado na história do mundo. Mais uma vez, a raça humana era culpada do pecado da apostasia coletiva. Apostasia é a rejeição deliberada contra Deus, é rebelião. É abandonar e se afastar de alguém em quem acreditou ao ponto de desafiá-lo ou combatê-lo, portanto, o que os babelitas estavam fazendo era muito sério. A Bíblia diz que haverá ainda uma terceira grande rebelião contra Deus, uma apostasia generalizada virá no fim dos tempos antes da volta de Jesus (2 Ts 2: 3).


    Talvez houvesse uma minoria que se sentisse desconfortável com esses planos grandiosos, lembrando-os que Deus não havia dado tais instruções e exortando-os que era muito importante colonizar toda a Terra. Não sabemos quanto tempo havia passado desde o dilúvio, mas parece que Noé e Sem ainda eram vivo e, pelo menos, não apoiaram esses planos. Noé tinha seiscentos anos (Gn 7:6) quando veio o dilúvio e viveu mais trezentos e cinquenta anos depois do dilúvio (Gn 9:28). Sem, filho de Nóe viveu quinhentos anos depois do dilúvio (Gn 11:11). Parece provável que eles ainda tinham alguma influência sobre os babelitas. Em todo caso, a posição da maioria prevaleceu, e o grande projeto de construção começou, os efeitos do dilúvio, evidentemente, perderam seu impacto.



    Visual 3

    thumbs5.jpg

    Algum tempo depois que a construção da cidade e da Torre de Babel começou, Deus "desceu para ver a cidade e a torre, que os filhos dos homens construíram". A situação era tão flagrantemente perigosa (como nos dias de Noé) que a verdade da revelação de Deus poderia ser completamente destruída se essas obras continuassem. A decisão de praticamente toda a população de construir uma cidade era uma rebelião, eles estavam não só ignorando as ordens mas, desafiando Deus. As condições do mundo antediluviano podiam se repetir e Deus não permitiria. Na história da humanidade houveram algumas ocasiões em que a realização dos propósitos de Deus para o mundo ficou tão ameaçado que a intervenção divina foi necessária. A corrupção antediluviana foi uma dessas instâncias, a rebelião em Babel outra.
    Deus esperou o maior tempo possível, na esperança de que a minoria piedosa lá (se existisse) prevalecesse e as pessoas se arrependessem. Eles não se arrependeram, e Deus finalmente "desceu".


    Para frustar o projeto dos babelitas o método de Deus foi supreendente: ele confundiu a linguagem. Por que não simplesmente derrubar a torre e a cidade? Porque isso resolveria o problema apenas temporariamente. As torres e cidades são substituíveis. Mesmo que as pessoas não construíssem outra torre e cidade, poderiam escolher outro projeto igualmente presunçoso. A solução deve ser mais profunda do que isso. Não é a torre e a cidade que deveriam ser eliminadas, mas o que possibilitava a construção desse projeto torre - Se essa capacidade de comunicação fosse removida, os babelitas não poderiam continuar com seu trabalho.


    CONCLUSÃO


    A torre não foi projetada para chegar ao céu, este arranha-céu era apenas um símbolo de sua cidade Babel que foi construída como uma rebelião contra a ordem de Deus de "preencher a terra" (Gn 9: 1).




    Como manipular o visual

    O visual deve ser manipulado de acordo com o esquema abaixo
    esquema.jpg
    O vídeo abaixo tem uma manipulação semelhante ao recurso visual desta história bíblica:

    Arquivos anexados Arquivos anexados

  9. #29
    Roberto is online now Roberto's Avatar
    Administrator
    Join Date
    Jan 2004
    Location
    Natal-RN
    Posts
    2,532

    Re: Torre de Babel

    Que tal fazer uma Bíblia pop-up gigante para essa história?
    Ampliar o molde no papel A3 ou então empregue uma das técnicas de ampliação que temos aqui no forum, pesquise.

    Arquivos anexados Arquivos anexados

  •   
+ Responder tópico
+ Novo Tópico
Page 2 of 2 Primeira 12

Resposta rápida Resposta rápida

  • :stupid:
  • :cool:
  • :lol:
  • :frown:
  • :numbness:
  • :RpS_rolleyes:
  • :butterfly:
  • :very_drunk:
  • :eek:
  • :loyal:
  • :RpS_drool:
  • :bee:
  • :smile:
  • :adoration:
  • :tiger:

Clique aqui para logar


Em que ano estamos?

Thread Information

Users Browsing this Thread

Há atualmente 1usuários navegando neste fórum. (0 membros e 1 visitantes)

Similar Threads

  1. A Torre de Babel
    By MirianMgalli in forum Histórias do Antigo Testamento
    Respostas: 0
    Last Post: 01-03-10, 02:08 PM

Posting Permissions

  • You may post new threads
  • You may post replies
  • You may not post attachments
  • You may edit your posts
  •