Revista científica é criticada por artigo que diz que mão humana é obra do “Criador”

Plos One, uma das maiores revistas científicas de livre acesso, se desculpa e promete retificação

Os especialistas dizem no artigo que “a característica biomecânica do conjunto de músculos e articulações é um projeto realizado pelo ‘Criador’ para realizarmos uma infinidade de tarefas diárias de uma maneira confortável”(Thinkstock/VEJA)

Um artigo publicado recentemente na Plos One, uma das maiores revistas científicas de livre acesso, está sendo fortemente criticado pela comunidade científica. Na pesquisa, realizada por uma equipe de especialistas da China, a coordenação da mão humana é apresentada como um produto do “Criador”. “Em conclusão, nosso estudo pode melhorar o entendimento da mão humana e confirmar que a arquitetura mecânica é um projeto do ‘Criador’ para o ágil desempenho de numerosas funções”, escreveram os especialistas. Os autores se retificaram dizendo que o uso da palavra “Criador” na publicação foi um erro de tradução.

Os especialistas analisaram como os humanos conseguem segurar os objetos, realizando medições dos movimentos das mãos de 30 pessoas diferentes. Como resultado das pesquisas, os especialistas da Universidade Huazhong, na China, e do Instituto Politécnico Worcester, em Massachusetts, dizem no artigo que “a característica biomecânica do conjunto de músculos e articulações é um projeto realizado pelo ‘Criador’ para realizarmos uma infinidade de tarefas diárias de uma maneira confortável”.

A publicação não foi bem recebida pela comunidade científica. Os leitores pediram que a revista se retratasse ou retirasse o artigo do ar, por explicar um fator científico utilizando a religião. “O artigo é incorreto e confuso. Além disso, ele não pode ser provado, logo, não pertence a uma publicação científica”, disse o biólogo evolucionista John Huelsenbeck, da Universidade da Califórnia em Berkeley, nos Estados Unidos, à revista Wired.

Outro problema relatado foi a aparente falha na correção do artigo antes da publicação, que não identificou a menção ao “Criador”. Nos comentários do artigo, na própria plataforma da Plos One, leitores questionam qual foi o critério utilizado pelos editores para que a pesquisa fosse publicada.

A revista científica respondeu aos leitores retratando-se: “Os editores da Plos One têm acompanhado as preocupações levantadas nessa publicação. Nós completamos uma avaliação sobre o artigo e recebemos auxílio de dois especialistas em nosso conselho editorial. Nossa revisão interna e os conselhos que recebemos confirmaram os problemas apontados nesse trabalho e revelaram que o processo de revisão não avaliou adequadamente diversos aspectos do estudo. À luz dos problemas indicados, os editores da Plos One decidiram retificar o artigo. As modificações estão sendo processadas e serão publicadas assim que possível. Pedimos desculpas pelos erros de supervisão que levaram à publicação da pesquisa”

Veja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA image
*