Legalização das drogas pode causar mais mortes, diz agência da ONU

A legalização de narcóticos pode levar a um aumento de consumo e causar mais mortes, afirmou a agência antidrogas da Organização das Nações Unidas (ONU) nesta segunda-feira, questionando a recomendação de uma comissão global para que o uso de algumas drogas, como a maconha, seja regulado legalmente.

Em um relatório do mês passado, a entidade não governamental Comissão Global de Políticas de Drogas aconselhou que se permitam “experimentos em mercados legalmente regulados com drogas atualmente ilícitas”, incluindo a maconha e algumas das chamadas substâncias psicoativas.
“São necessários novos experimentos na permissão do acesso legal, mas restrito, a drogas que no momento só são disponíveis ilegalmente”, concluiu o conselho, liderado pelo ex-presidente do Brasil Fernando Henrique Cardoso e que inclui ainda o ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan e o ex-presidente do Banco Central dos Estados Unidos Paul Volcker.
Mas Yury Fedotov, chefe do Escritório sobre Drogas e Crime das Nações Unidas (UNODC, na sigla em inglês), sediado em Viena, declarou em uma coletiva de imprensa: “Acredito que tal experimento certamente tornará as drogas mais acessíveis (e baratas)”.
Ele acrescentou: “Isso significa que podemos nos deparar com um aumento no consumo de substâncias psicoativas, o que pode resultar em mais mortes e mais sofrimento para os indivíduos e suas famílias”.
Não existe um consenso sobre a melhor maneira de enfrentar o problema mundial dos narcóticos. Alguns críticos questionam a “guerra às drogas” e defendem alguma legalização para tentar minar os cartéis que florescem com o tráfico de drogas.
Na América Latina, a legalização de alguns narcóticos é cada vez mais vista por líderes regionais como maneira possível de pôr fim à violência que assola o comércio de cocaína.
“Existe uma percepção crescente de que a abordagem da ‘guerra às drogas’ fracassou”, diz a comissão de notáveis em seu site (www.globalcommissionondrugs.org), acrescentando que a criminalização não reduziu o consumo de drogas.
“Em muitos países, os danos causados pela proibição às drogas em termos de corrupção, violência e violação de direitos humanos supera de longe os danos causadas pelas drogas”, diz a entidade.

Estadão

Um comentário sobre “Legalização das drogas pode causar mais mortes, diz agência da ONU”

  1. Gostei ou Não gostei: Thumb up 0 Thumb down 0

    alguém precisa dizer pra ONU que a legalização do álcool mata muito mais, e ninguém faz nada, pois lucra muito com isso (basta ligar a TV, ou ir até o super-mercado)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CAPTCHA image
*